pendulo-sao.jpg
ELSA ANDRE

ELSA ANDRE

sexta, 09 outubro 2015 15:25

Piramidologia Reconectiva

 

Piramide Ponzi1231

O QUE É A PIRAMIDOLOGIA?

Cientificamente falando da piramidologia é a ciência que estuda os fenómenos provocados por uma réplica das pirâmides. O seu modo de construção, sempre foi uma incógnita e um dos maiores mistérios arquitetónicos construídos pelo homem. Mas cada vez mais um grupo crescente de estudiosos conceituados acreditam que a forma da  pirâmide, pode criar, fechar, atrair, ou ampliar campos de energia diferentes dos que se encontrar em qualquer outro recinto fechado com outras formas. Os maiores conhecedores sobre a energia das pirâmides acreditam que¸ o conceito de espaço dentro da pirâmide serve de superfície de contacto entre o que denominam de tempo espaço positivo (as partículas com velocidade igual ou menor do que a luz) e o tempo espacial negativo (as partículas com velocidade maior do que a luz).

As pirâmides são uma ponte entra a matéria e a antimatéria, pela quele as duas realidades se encontram e se influenciam mutuamente, havendo assim uma metamorfose das energias.

O que é a reconexão?

Quando nos conectamos com a rede de energia do Universo, recebemos uma influência de luz e de informação que nos transforma completamente, passamos a ser Corpo-Mente-Espirito. Ao fazermos uma reconexão estamos a ligar o nosso sistema de frequência energética com a rede de energia do Universo, através das chacras, meridianos, etc.

Cura Reconectiva

A cura reconectiva, reconecta-nos com a grandeza do Universo e através disso com o desenvolvimento do nosso SER e de quem somos. Traz a nossa própria essência, através de uma frequência totalmente nova, que tem como objetivo o equilíbrio em todos os níveis: mental, físico, emocional, espiritual e em níveis ou planos que muitos de nós não conhece, nem tem palavras para descrever.

A piramidologia Reconectiva é uma terapia indicada para qualquer ser vivo, que quer aumentar a sua frequência e que tenha como objetivo a sua evolução a todos os níveis. Encontrar o seu “Eu superior”, desenvolvendo a noção do que já somos na nossa ESSÊNCIA e da ligação existente com a malha energética do Planeta e principalmente do Universo. Desenvolvendo assim a noção de que todos somos UM. Nesta terapia usa-se a pirâmide para elevar a frequência das energias, usando assim de uma maneira mais rápida e eficaz de conectar a informação da rede de energia da 5ª dimensão para renovar, harmonizar e curar, o corpo, a mente e o espirito. As frequências da Piramidologia Reconectiva são compostas de luz e inteligência da informação, pois trabalham no nosso DNA, nas linhas Axiatonais (É uma frequência de alta vibração que flui através de uma rede denominada Rede Axiatonal, que conecta todos os níveis da Criação) e no campo de luz que nos rodeia e se estende fora das nossas linhas. A inteligência da informação na cura reconectiva sabe onde ir, quais as áreas que se encontram em défice e que devem de ser trabalhadas. O papel do terapeuta da piramidologia reconectiva é agir como catalisador, ajudando assim a trazer essas frequências ao paciente, deixando-o depois fazer o seu próprio caminho, para que o Universo e as frequências reconectivas possam atuar diretamente. Esta terapia é muito pessoal e cada um sente-a como uma experiencia muito própria, podendo ser de um relaxamento profundo, alívio de dores ou males físicos, emocionais ou espirituais. Muitas vezes entra-se em contato com os nossos guias, mestres, anjos, animal totem, luzes, sons cores que nunca, até então, foram vistos e conhecidos.

Mesmo que não tenha estas experiencias a TERAPIA DA PIRAMIDOLOGIA RECONECTIVA estará ativa e continuará a fazer o seu caminho e a efetuar o seu propósito. Através desta prática a sua participação nestas sessões transformá-lo-ão para sempre, efetuando em si uma maior frequência como nunca teve acesso antes, ajudando-o assim a conectar-se com o seu Eu Superior, com o Universo, com a nossa Centelha Mãe.

AWARTE

sexta, 07 novembro 2014 17:28

Piramidologia Reconectiva

 

saopiramide

O QUE É A PIRAMIDOLOGIA?

Cientificamente falando da piramidologia é a ciência que estuda os fenómenos provocados por uma réplica das pirâmides. O seu modo de construção, sempre foi uma incógnita e um dos maiores mistérios arquitetónicos construídos pelo homem. Mas cada vez mais um grupo crescente de estudiosos conceituados acreditam que a forma da  pirâmide, pode criar, fechar, atrair, ou ampliar campos de energia diferentes dos que se encontrar em qualquer outro recinto fechado com outras formas. Os maiores conhecedores sobre a energia das pirâmides acreditam que¸ o conceito de espaço dentro da pirâmide serve de superfície de contacto entre o que denominam de tempo espaço positivo (as partículas com velocidade igual ou menor do que a luz) e o tempo espacial negativo (as partículas com velocidade maior do que a luz).

As pirâmides são uma ponte entra a matéria e a antimatéria, pela quele as duas realidades se encontram e se influenciam mutuamente, havendo assim uma metamorfose das energias.

O que é a reconexão?

Quando nos conectamos com a rede de energia do Universo, recebemos uma influência de luz e de informação que nos transforma completamente, passamos a ser Corpo-Mente-Espirito. Ao fazermos uma reconexão estamos a ligar o nosso sistema de frequência energética com a rede de energia do Universo, através das chacras, meridianos, etc.

Cura Reconectiva

A cura reconectiva, reconecta-nos com a grandeza do Universo e através disso com o desenvolvimento do nosso SER e de quem somos. Traz a nossa própria essência, através de uma frequência totalmente nova, que tem como objetivo o equilíbrio em todos os níveis: mental, físico, emocional, espiritual e em níveis ou planos que muitos de nós não conhece, nem tem palavras para descrever.

A piramidologia Reconectiva é uma terapia indicada para qualquer ser vivo, que quer aumentar a sua frequência e que tenha como objetivo a sua evolução a todos os níveis. Encontrar o seu “Eu superior”, desenvolvendo a noção do que já somos na nossa ESSÊNCIA e da ligação existente com a malha energética do Planeta e principalmente do Universo. Desenvolvendo assim a noção de que todos somos UM. Nesta terapia usa-se a pirâmide para elevar a frequência das energias, usando assim de uma maneira mais rápida e eficaz de conectar a informação da rede de energia da 5ª dimensão para renovar, harmonizar e curar, o corpo, a mente e o espirito. As frequências da Piramidologia Reconectiva são compostas de luz e inteligência da informação, pois trabalham no nosso DNA, nas linhas Axiatonais (É uma frequência de alta vibração que flui através de uma rede denominada Rede Axiatonal, que conecta todos os níveis da Criação) e no campo de luz que nos rodeia e se estende fora das nossas linhas. A inteligência da informação na cura reconectiva sabe onde ir, quais as áreas que se encontram em défice e que devem de ser trabalhadas. O papel do terapeuta da piramidologia reconectiva é agir como catalisador, ajudando assim a trazer essas frequências ao paciente, deixando-o depois fazer o seu próprio caminho, para que o Universo e as frequências reconectivas possam atuar diretamente. Esta terapia é muito pessoal e cada um sente-a como uma experiencia muito própria, podendo ser de um relaxamento profundo, alívio de dores ou males físicos, emocionais ou espirituais. Muitas vezes entra-se em contato com os nossos guias, mestres, anjos, animal totem, luzes, sons cores que nunca, até então, foram vistos e conhecidos.

Mesmo que não tenha estas experiencias a TERAPIA DA PIRAMIDOLOGIA RECONECTIVA estará ativa e continuará a fazer o seu caminho e a efetuar o seu propósito. Através desta prática a sua participação nestas sessões transformá-lo-ão para sempre, efetuando em si uma maior frequência como nunca teve acesso antes, ajudando-o assim a conectar-se com o seu Eu Superior, com o Universo, com a nossa Centelha Mãe.

AWARTE

sexta, 07 novembro 2014 17:22

Piramidologia Reconectiva

 

saopiramide

O QUE É A PIRAMIDOLOGIA?

Cientificamente falando da piramidologia é a ciência que estuda os fenómenos provocados por uma réplica das pirâmides. O seu modo de construção, sempre foi uma incógnita e um dos maiores mistérios arquitetónicos construídos pelo homem. Mas cada vez mais um grupo crescente de estudiosos conceituados acreditam que a forma da  pirâmide, pode criar, fechar, atrair, ou ampliar campos de energia diferentes dos que se encontrar em qualquer outro recinto fechado com outras formas. Os maiores conhecedores sobre a energia das pirâmides acreditam que¸ o conceito de espaço dentro da pirâmide serve de superfície de contacto entre o que denominam de tempo espaço positivo (as partículas com velocidade igual ou menor do que a luz) e o tempo espacial negativo (as partículas com velocidade maior do que a luz).

As pirâmides são uma ponte entra a matéria e a antimatéria, pela quele as duas realidades se encontram e se influenciam mutuamente, havendo assim uma metamorfose das energias.

O que é a reconexão?

Quando nos conectamos com a rede de energia do Universo, recebemos uma influência de luz e de informação que nos transforma completamente, passamos a ser Corpo-Mente-Espirito. Ao fazermos uma reconexão estamos a ligar o nosso sistema de frequência energética com a rede de energia do Universo, através das chacras, meridianos, etc.

Cura Reconectiva

A cura reconectiva, reconecta-nos com a grandeza do Universo e através disso com o desenvolvimento do nosso SER e de quem somos. Traz a nossa própria essência, através de uma frequência totalmente nova, que tem como objetivo o equilíbrio em todos os níveis: mental, físico, emocional, espiritual e em níveis ou planos que muitos de nós não conhece, nem tem palavras para descrever.

 A piramidologia Reconectiva é uma terapia indicada para qualquer ser vivo, que quer aumentar a sua frequência e que tenha como objetivo a sua evolução a todos os níveis. Encontrar o seu “Eu superior”, desenvolvendo a noção do que já somos na nossa ESSÊNCIA e da ligação existente com a malha energética do Planeta e principalmente do Universo. Desenvolvendo assim a noção de que todos somos UM. Nesta terapia usa-se a pirâmide para elevar a frequência das energias, usando assim de uma maneira mais rápida e eficaz de conectar a informação da rede de energia da 5ª dimensão para renovar, harmonizar e curar, o corpo, a mente e o espirito. As frequências da Piramidologia Reconectiva são compostas de luz e inteligência da informação, pois trabalham no nosso DNA, nas linhas Axiatonais (É uma frequência de alta vibração que flui através de uma rede denominada Rede Axiatonal, que conecta todos os níveis da Criação) e no campo de luz que nos rodeia e se estende fora das nossas linhas. A inteligência da informação na cura reconectiva sabe onde ir, quais as áreas que se encontram em défice e que devem de ser trabalhadas. O papel do terapeuta da piramidologia reconectiva é agir como catalisador, ajudando assim a trazer essas frequências ao paciente, deixando-o depois fazer o seu próprio caminho, para que o Universo e as frequências reconectivas possam atuar diretamente. Esta terapia é muito pessoal e cada um sente-a como uma experiencia muito própria, podendo ser de um relaxamento profundo, alívio de dores ou males físicos, emocionais ou espirituais. Muitas vezes entra-se em contato com os nossos guias, mestres, anjos, animal totem, luzes, sons cores que nunca, até então, foram vistos e conhecidos.

Mesmo que não tenha estas experiencias a TERAPIA DA PIRAMIDOLOGIA RECONECTIVA estará ativa e continuará a fazer o seu caminho e a efetuar o seu propósito. Através desta prática a sua participação nestas sessões transformá-lo-ão para sempre, efetuando em si uma maior frequência como nunca teve acesso antes, ajudando-o assim a conectar-se com o seu Eu Superior, com o Universo, com a nossa Centelha Mãe.

AWARTE

segunda, 30 junho 2014 15:10

Crianças Indigo, Cristal

98cbw4

Crianças Indigo e Cristal

Quando a nossa Mestre São Alegre, me disse para escrever sobre um assunto para publicar no site do CHACA, fiquei em pânico, pois não sei expressar por palavras os meus sentimentos, mas hoje é um dia muito importante para mim, pois fui avó pela quarta vez. Ao fazer uma retrospetiva pelos últimos 30 anos da minha vida comecei por pensar nos meus três filhos e nas minhas netas, analisei cada um deles, o seu nascimento o seu percurso de vida tão próprio de cada um deles, como o facto de serem irmãos e ao mesmo tempo serem seres tão diferentes, repetindo-se com as minhas netas, então resolvi escrever sobre um tema, cada vez mais comum aos pais e avos da nossa Era. As crianças índigo, cristal.

Desde o primeiro dia de aulas do meu primeiro filho, até ao dia de hoje (o mais novo tem 16 anos e como é obvio ainda estuda) sempre tive de lidar com problemas escolares, com os diretores de turma, a direção das escolas, etc. cada vez que o telefone tocava eu já entrava em pânico, pois sabia que era algum professor a fazer mais uma queixa, nunca era por terem sido mal-educados, ou terem faltado ao respeito a alguém ou o tão falado” bulling” dos nossos dias. As queixas eram sempre as mesmas: não estavam quietos, não queriam estar nas aulas, não se interessavam por nada, tudo era uma chatice, achavam os colegas muito infantis, só se davam com os mais velhos da escola ou então passavam o recreio a falar com as contínuas, o que desde logo era um problema porque ”não tinham tempo nem paciência para os aturar.”

Os anos passaram e quando o meu filho mais novo entrou na primária os problemas agravaram-se, corri médicos, psicólogos, parapsicólogos, psiquiatras, e por ai fora. Durante três anos na boca dos professores e médicos, o meu filho era uma criança mimada e mal criada pelos pais, hiperativo, com um défice de atenção que o tornava quase “atrasado mental” (palavras de uma psicóloga), autista, etc e tal. Ao chegar á quarta classe entrou um professor novo na escola, no primeiro dia de aulas ao ler o suposto “cadastro” do meu filho o senhor chamou-me e perguntou-me se já tinha ouvido falar de “crianças índigo”?! Eu disse que não e que não queria ouvir mais nada pois estava farta de tanta parvoíce e não aceitava que chamassem mais nomes ao meu filho. No dia seguinte deu-me um livro chamado: O que são crianças índigo. Levei 3 meses para pegar no livro e lê-lo e qual não foi o meu espanto quando o li, estava escrito cada sintoma, cada fase, cada problema que tinha passado com os meus filhos, não queria acreditar, como era possível alguém descrever tão bem os meus problemas, como era possível alguém conhecer os meus filhos melhor que eu, saber cada passo que eles tinham passado, como era possível ter uma explicação para tudo.

Comecei a perceber o quanto tinha de mudar, o quanto tinha errado na maneira como lidava com cada um deles. Que cada um era um ser completamente diferente e tinham de ser ouvidos, entendidos e respeitados cada um á sua maneira. Quando comecei a ter aulas com a São Alegre e fiz iniciação de Reiki pouco a pouco as coisas foram-se tronando mais claras e mais fáceis de lidar. Fizeram iniciação de reiki, tiveram e tem aulas com a nossa Mestre São Alegre - Que desde já agradeço os seus ensinamentos e a sua paciência, pois sem ela não tinha conseguido dar estes pequenos passos, tão importantes na minha vida e na dos meus filhos.

Quando vim trabalhar para o CHACA, percebi que 99% dos pais de hoje passam pelo mesmo que eu. Ao ouvi-los falarem dos seus problemas, entendi o quanto a nossa sociedade tem de mudar e o quanto trabalho á pela frente, para que um dia possa haver uma sociedade minimamente justa e equilibrada.

Deixo aqui algumas luzes do que aprendi sobre: Crianças Índigo e Cristal

As crianças índigo, são assim chamadas pela cor predominante da sua aura. Elas começaram a nascer a partir dos anos 80 (há quem diga que começaram achegar ao nosso planeta no principio do seculo) e apresentam novos e incomuns conjuntos de qualidades psicológicas e um comportamento não muito conhecido pelos pais, professores e psicólogos. São comportamentos comuns e únicos, que obrigam aos que interagem com eles, principalmente os pais, a mudarem o modo como os orientam e tratam, com o objetivo de obter o equilíbrio da criança, pois ignorar essas novas qualidades é criar o desequilíbrio e frustração na mente destas crianças, que tão preciosas são ao nosso planeta. A um Índigo nunca se deve impor nada, temos de os tratar de igual para igual, sempre que queremos algo deles temos de pedir ou sugerir, nunca mandar, porque para eles é como uma afronta e a primeira reação é agressiva, para se protegerem.

Como reconhecer um Índigo?

Têm alta sensibilidade 

Têm energia em excesso

Distraem-se facilmente

Têm baixa poder de concentração

Necessitam de estabilidade emocional e segurança por parte dos adultos.
Resistem à autoridade se não for democraticamente orientada 

Possuem maneiras próprias na aprendizagem particularmente na leitura e matemática 
Aprendem através de explicações, resistindo à memorização mecânica e recusam a serem simples ouvintes.

Não conseguem ficar quietos ou sentados, a menos que estejam envolvidas em alguma coisa do seu interesse 

São muito bondosas;

Têm muitos medos tais como a morte e a perda dos seres amados.

Se passarem por uma experiencia menos boa ou tiverem uma grande deceção, desistem e criam um bloqueio permanente.

Perguntão muitas vezes aos pais quem são, de onde veem e para onde vão.

A escola é muito difícil para estas crianças, tanto do ponto de vista social como de aprendizagem, pois frequentemente fazem as coisas de maneira mais simples e fácil, não compreendem porque tem de aprender o passado, se o que interessa é o futuro.

Quando estão rodeadas de outras crianças que não tem a mesma frequência que elas, não conseguem comunicar e isolam-se. Acham que ninguém as entende e que são umas incompreendidas na sociedade. A maior parte das crianças Índigo, a partir das duas ultimas décadas, evoluíram e fizeram ou estão a fazer a sua transição para cristal, quer através da sua evolução espiritual e física, quer pela sua capacidade de crer e de trabalhar no campo espiritual, tornando-se assim em Adultos Cristal. Por outro lado também nos mostra que com estudo e trabalho todo o ser humano, tem a capacidade de elevar a sua vibração e evoluir, transformando-se também em um ser especial e tão importante para a era que agora começa. Os índigos vieram com a missão de abrir caminhos, de acabar com as sociedades e instituições do velho sistema, que já são inúteis e incapazes, que fazem com que a humanidade se encontre parada e desorientada, afastando-nos cada vez mais da nossa origem DIVINA. Para o fazerem tem de ser guerreiros e temperamentais, de uma determinação arrebatadora. Quando não são bem compreendidos e vivem em meios que os contrariam, perdem algumas de suas capacidades, chegando em alguns casos a transformar-se em pessoas problemáticas, sem auto estima e sem rumo da vida.

O que são crianças cristal?

A partir do ano 2000 começou a surgir em massa uma geração de crianças, alegres, de grande capacidade de compreensão, perdão e acima de tudo COMPAIXÃO. São crianças que beneficiaram da vibração já instituída pelos Índigos. Ambas as gerações, são crianças de uma sensibilidade extrema, com capacidades psíquicas, mas que ao contrário dos índigos, as crianças Cristal vem com uma missão definida e muito diferente, tendo um propósito de vida. São frequentemente e erradamente classificados como tendo défice de atenção extremo, não gostam que coloquem em causa a sua independência, muito menos que ocupem o seu espaço. Estão sempre preocupados com o que os rodeiam e são de uma enorme sensibilidade, perante os sentimentos humanos o que faz com que muitas vezes sejam incompreendidos. Amam a natureza e todos os seres existentes no mundo, tem um grande á vontade com o reino mineral, o reino animal e as pedras e os cristais, pois conseguem ver o poder natural desses elementos. A música é muito importante para os “cristais”

Com o passar dos anos é natural que a educação convencional faça um maior apelo ao hemisfério responsável pela atitude mental, mas os pequenos Cristal não se esquecem destes pormenores internos nem mesmo com o passar dos anos. Tem um nível espiritual muito acima do comum. Em geral são castrados e mal acompanhados no seu desenvolvimento pois este tipo de realidade pode escapar aos pais e educadores. É natural observarmos um bebe/criança cristal a olhar, rir ou chorar, para o vazio, assim como os cães e gatos fazem o mesmo, mas nos não lhes damos muita importância, o que é errado pois isso só quer dizer que todos nos nascemos com a mesma clarividência e ligados á fonte que nos alimenta, logo estão ligados a todos os sentimentos e a tudo o que nos rodeia.

No passado muitos seres foram queimados nas fogueiras, decapitados, enforcados e muito mal tratados, porque o medo do desconhecido torna o homem animalesco, transforma-o em seres de uma crueldade sem igual. Aceite a sua criança como ela é, apenda para apoia-la o mais que poder, ensine-lhe o quanto é importante e imprescindível para a humanidade, que ele se aplique nos seus propósitos e que faça o caminho para o qual escolheu antes de nascer.
A telepatia é uma das capacidades inovadoras que estas crianças trouxeram, o que permite o contacto entre estes seres através da sintonia vibratória. A grande maioria começa a falar a partir dos 3/4 anos ou criam um dialeto próprio, a música também é muito importante para eles desde que nascem. Até que elas façam a adaptação á fala, pode haver um período de ausência de comunicação, surgindo confusões entre estes sintomas e os que caracterizam o autismo, dai a importância dos pais estarem preparados e saberem lidar com as situações recorrentes no dia-a-dia destas crianças.

Como reconhecer uma criança cristal?

Espírito pacificador centrado no chacra do Coração

Ligação ao inconsciente coletivo e ao Inconsciente da família

Apresenta energias de paz

Centrado no grupo 

Gentil
Pacifico
Telepático
Hiperenérgicas
Independentes
Positivos 
Produtivos 

Irradia paz

Afetuosos quando equilibrados emocionalmente

Fragilidade emocional

Humanitários
Espelho da família

Coerentes entre as palavras e ações 

Pouco robusto, estrutura óssea fina 

Alergias respiratórias e de pele

Alergias a alimentos, a poluição e a sintéticos na roupa 

A sociedade tem a obrigação de aprender a lidar com estas crianças e para tal deve de estimular a comunicação de uma maneira tradicional, para poderem estar em sociedade sem se sentirem postos de parte, mas por outro lado, incentivar a telepatia e todas as suas capacidades extra sensoriais. Ajuda-la a perceber as mensagens que recebe e incentiva-la. É muito importante dialogar constantemente com eles para os incentivar e estimular o seu lado mais social e comunicativo

Proporcionar-lhe um ambiente de paz e muita harmonia em que a música seja uma constante, bem como os animais e tudo o que tenha a ver com o elemento terra. Devem de ter uma alimentação equilibrada. Deve-se de estimular o estudo das energias e vibrações para que elas tenham desde pequeninas um entendimento mais amplo das suas capacidades, mas também para que saibam, desde muito cedo como se limparem e protegerem energeticamente.

No meu ver é imprescindível a iniciação de Reiki. Dá-lhes segurança, proteção e ferramentas muito importantes para o seu dia-a-dia.

Crianças Índigo

Crianças Cristal

Espírito Guerreiro
que rompe com os sistemas estabelecidos

Espírito Pacificador
Harmonizadores

Abrir caminhos. Denunciar.

 Não aceitam o que já não serve a gora.

 Aversão à mentira, falsidade e manipulação.

Continuar o caminho começado pela geração índigo.

Construir com energias mais subtis. Têm uma força interior extraordinária para conseguirem elevar o nível de frequência energético da sociedade.

Denunciar

 Provar os limites físicos

 Liberdade através do exemplo.

 Provar os limites psíquicos

Em geral são extrovertidos

Pioneiros, são originais, criativos, bastante autónomos.

Determinação, tenacidade.

Muita energia e não mostram medo em enfrentar as coisas e as pessoas.

Mais calmos, pacíficos e gentis.

Ainda mais espirituais

Ainda mais telepáticos

Ainda mais sensíveis

São crianças exigentes que não se cansam de pedir coisas.

Não tem medo do conflito, da rebeldia.

Diz o que precisa em poucas palavras mas com profundidade, e só quando lhe pedem

Irradia paz e tranquilidade. Harmoniza naturalmente a energia que o rodeia

É muito afetuoso com as pessoas e percebe as suas necessidades

Cala-se e retira-se se há conflitos, evita as confrontações

 Robustos fisicamente

Fortes mentalmente

Menos robusta física e mentalmente.

Vulnerável emocionalmente

Habilidades psíquicas ativadas desde o seu nascimento. Por vezes sofre com alergias, é mais delicado

ADD  (Défice de Atenção)

ADDH  (Défice de atenção com hiperatividade)

A doença de Aspergers uma forma ligeira de autismo comum na profissão de programadores, informáticos e engenheiros de sistemas

Autismo

Ser considerado uma criança desconectada, desligada

É precoce em começar a falar

Pode ser que comece a falar tardiamente em geral quando começam a entender que os adultos não entendem a linguagem telepática.

Alimentar os seus talentos de pioneiros e de líderes

Ferramentas de organização do trabalho

Aprender a diplomacia e a cortesia

Utilizar e nutrir as suas habilidades e os seus talentos de pacificadores.

Técnicas de limpeza energética e psíquica sensível.

Intercâmbio de energia com a natureza.

quarta, 21 maio 2014 21:34

Crianças Indigo, Cristal

98cbw4

Crianças Indigo e Cristal

Quando a nossa Mestre São Alegre, me disse para escrever sobre um assunto para publicar no site do CHACA, fiquei em pânico, pois não sei expressar por palavras os meus sentimentos, mas hoje é um dia muito importante para mim, pois fui avó pela quarta vez. Ao fazer uma retrospetiva pelos últimos 30 anos da minha vida comecei por pensar nos meus três filhos e nas minhas netas, analisei cada um deles, o seu nascimento o seu percurso de vida tão próprio de cada um deles, como o facto de serem irmãos e ao mesmo tempo serem seres tão diferentes, repetindo-se com as minhas netas, então resolvi escrever sobre um tema, cada vez mais comum aos pais e avos da nossa Era. As crianças índigo, cristal.

Desde o primeiro dia de aulas do meu primeiro filho, até ao dia de hoje (o mais novo tem 16 anos e como é obvio ainda estuda) sempre tive de lidar com problemas escolares, com os diretores de turma, a direção das escolas, etc. cada vez que o telefone tocava eu já entrava em pânico, pois sabia que era algum professor a fazer mais uma queixa, nunca era por terem sido mal-educados, ou terem faltado ao respeito a alguém ou o tão falado” bulling” dos nossos dias. As queixas eram sempre as mesmas: não estavam quietos, não queriam estar nas aulas, não se interessavam por nada, tudo era uma chatice, achavam os colegas muito infantis, só se davam com os mais velhos da escola ou então passavam o recreio a falar com as contínuas, o que desde logo era um problema porque ”não tinham tempo nem paciência para os aturar.”

Os anos passaram e quando o meu filho mais novo entrou na primária os problemas agravaram-se, corri médicos, psicólogos, parapsicólogos, psiquiatras, e por ai fora. Durante três anos na boca dos professores e médicos, o meu filho era uma criança mimada e mal criada pelos pais, hiperativo, com um défice de atenção que o tornava quase “atrasado mental” (palavras de uma psicóloga), autista, etc e tal. Ao chegar á quarta classe entrou um professor novo na escola, no primeiro dia de aulas ao ler o suposto “cadastro” do meu filho o senhor chamou-me e perguntou-me se já tinha ouvido falar de “crianças índigo”?! Eu disse que não e que não queria ouvir mais nada pois estava farta de tanta parvoíce e não aceitava que chamassem mais nomes ao meu filho. No dia seguinte deu-me um livro chamado: O que são crianças índigo. Levei 3 meses para pegar no livro e lê-lo e qual não foi o meu espanto quando o li, estava escrito cada sintoma, cada fase, cada problema que tinha passado com os meus filhos, não queria acreditar, como era possível alguém descrever tão bem os meus problemas, como era possível alguém conhecer os meus filhos melhor que eu, saber cada passo que eles tinham passado, como era possível ter uma explicação para tudo.

Comecei a perceber o quanto tinha de mudar, o quanto tinha errado na maneira como lidava com cada um deles. Que cada um era um ser completamente diferente e tinham de ser ouvidos, entendidos e respeitados cada um á sua maneira. Quando comecei a ter aulas com a São Alegre e fiz iniciação de Reiki pouco a pouco as coisas foram-se tronando mais claras e mais fáceis de lidar. Fizeram iniciação de reiki, tiveram e tem aulas com a nossa Mestre São Alegre - Que desde já agradeço os seus ensinamentos e a sua paciência, pois sem ela não tinha conseguido dar estes pequenos passos, tão importantes na minha vida e na dos meus filhos.

Quando vim trabalhar para o CHACA, percebi que 99% dos pais de hoje passam pelo mesmo que eu. Ao ouvi-los falarem dos seus problemas, entendi o quanto a nossa sociedade tem de mudar e o quanto trabalho á pela frente, para que um dia possa haver uma sociedade minimamente justa e equilibrada.

Deixo aqui algumas luzes do que aprendi sobre: Crianças Índigo e Cristal

As crianças índigo, são assim chamadas pela cor predominante da sua aura. Elas começaram a nascer a partir dos anos 80 (há quem diga que começaram achegar ao nosso planeta no principio do seculo) e apresentam novos e incomuns conjuntos de qualidades psicológicas e um comportamento não muito conhecido pelos pais, professores e psicólogos. São comportamentos comuns e únicos, que obrigam aos que interagem com eles, principalmente os pais, a mudarem o modo como os orientam e tratam, com o objetivo de obter o equilíbrio da criança, pois ignorar essas novas qualidades é criar o desequilíbrio e frustração na mente destas crianças, que tão preciosas são ao nosso planeta. A um Índigo nunca se deve impor nada, temos de os tratar de igual para igual, sempre que queremos algo deles temos de pedir ou sugerir, nunca mandar, porque para eles é como uma afronta e a primeira reação é agressiva, para se protegerem.

Como reconhecer um Índigo?

Têm alta sensibilidade 

Têm energia em excesso

Distraem-se facilmente

Têm baixa poder de concentração

Necessitam de estabilidade emocional e segurança por parte dos adultos.
Resistem à autoridade se não for democraticamente orientada 

Possuem maneiras próprias na aprendizagem particularmente na leitura e matemática 
Aprendem através de explicações, resistindo à memorização mecânica e recusam a serem simples ouvintes.

Não conseguem ficar quietos ou sentados, a menos que estejam envolvidas em alguma coisa do seu interesse 

São muito bondosas;

Têm muitos medos tais como a morte e a perda dos seres amados.

Se passarem por uma experiencia menos boa ou tiverem uma grande deceção, desistem e criam um bloqueio permanente.

Perguntão muitas vezes aos pais quem são, de onde veem e para onde vão.

A escola é muito difícil para estas crianças, tanto do ponto de vista social como de aprendizagem, pois frequentemente fazem as coisas de maneira mais simples e fácil, não compreendem porque tem de aprender o passado, se o que interessa é o futuro.

Quando estão rodeadas de outras crianças que não tem a mesma frequência que elas, não conseguem comunicar e isolam-se. Acham que ninguém as entende e que são umas incompreendidas na sociedade. A maior parte das crianças Índigo, a partir das duas ultimas décadas, evoluíram e fizeram ou estão a fazer a sua transição para cristal, quer através da sua evolução espiritual e física, quer pela sua capacidade de crer e de trabalhar no campo espiritual, tornando-se assim em Adultos Cristal. Por outro lado também nos mostra que com estudo e trabalho todo o ser humano, tem a capacidade de elevar a sua vibração e evoluir, transformando-se também em um ser especial e tão importante para a era que agora começa. Os índigos vieram com a missão de abrir caminhos, de acabar com as sociedades e instituições do velho sistema, que já são inúteis e incapazes, que fazem com que a humanidade se encontre parada e desorientada, afastando-nos cada vez mais da nossa origem DIVINA. Para o fazerem tem de ser guerreiros e temperamentais, de uma determinação arrebatadora. Quando não são bem compreendidos e vivem em meios que os contrariam, perdem algumas de suas capacidades, chegando em alguns casos a transformar-se em pessoas problemáticas, sem auto estima e sem rumo da vida.

O que são crianças cristal?

A partir do ano 2000 começou a surgir em massa uma geração de crianças, alegres, de grande capacidade de compreensão, perdão e acima de tudo COMPAIXÃO. São crianças que beneficiaram da vibração já instituída pelos Índigos. Ambas as gerações, são crianças de uma sensibilidade extrema, com capacidades psíquicas, mas que ao contrário dos índigos, as crianças Cristal vem com uma missão definida e muito diferente, tendo um propósito de vida. São frequentemente e erradamente classificados como tendo défice de atenção extremo, não gostam que coloquem em causa a sua independência, muito menos que ocupem o seu espaço. Estão sempre preocupados com o que os rodeiam e são de uma enorme sensibilidade, perante os sentimentos humanos o que faz com que muitas vezes sejam incompreendidos. Amam a natureza e todos os seres existentes no mundo, tem um grande á vontade com o reino mineral, o reino animal e as pedras e os cristais, pois conseguem ver o poder natural desses elementos. A música é muito importante para os “cristais”

Com o passar dos anos é natural que a educação convencional faça um maior apelo ao hemisfério responsável pela atitude mental, mas os pequenos Cristal não se esquecem destes pormenores internos nem mesmo com o passar dos anos. Tem um nível espiritual muito acima do comum. Em geral são castrados e mal acompanhados no seu desenvolvimento pois este tipo de realidade pode escapar aos pais e educadores. É natural observarmos um bebe/criança cristal a olhar, rir ou chorar, para o vazio, assim como os cães e gatos fazem o mesmo, mas nos não lhes damos muita importância, o que é errado pois isso só quer dizer que todos nos nascemos com a mesma clarividência e ligados á fonte que nos alimenta, logo estão ligados a todos os sentimentos e a tudo o que nos rodeia.

No passado muitos seres foram queimados nas fogueiras, decapitados, enforcados e muito mal tratados, porque o medo do desconhecido torna o homem animalesco, transforma-o em seres de uma crueldade sem igual. Aceite a sua criança como ela é, apenda para apoia-la o mais que poder, ensine-lhe o quanto é importante e imprescindível para a humanidade, que ele se aplique nos seus propósitos e que faça o caminho para o qual escolheu antes de nascer.
A telepatia é uma das capacidades inovadoras que estas crianças trouxeram, o que permite o contacto entre estes seres através da sintonia vibratória. A grande maioria começa a falar a partir dos 3/4 anos ou criam um dialeto próprio, a música também é muito importante para eles desde que nascem. Até que elas façam a adaptação á fala, pode haver um período de ausência de comunicação, surgindo confusões entre estes sintomas e os que caracterizam o autismo, dai a importância dos pais estarem preparados e saberem lidar com as situações recorrentes no dia-a-dia destas crianças.

Como reconhecer uma criança cristal?

Espírito pacificador centrado no chacra do Coração

Ligação ao inconsciente coletivo e ao Inconsciente da família

Apresenta energias de paz

Centrado no grupo 

Gentil
Pacifico
Telepático
Hiperenérgicas
Independentes
Positivos 
Produtivos 

Irradia paz

Afetuosos quando equilibrados emocionalmente

Fragilidade emocional

Humanitários
Espelho da família

Coerentes entre as palavras e ações 

Pouco robusto, estrutura óssea fina 

Alergias respiratórias e de pele

Alergias a alimentos, a poluição e a sintéticos na roupa 

A sociedade tem a obrigação de aprender a lidar com estas crianças e para tal deve de estimular a comunicação de uma maneira tradicional, para poderem estar em sociedade sem se sentirem postos de parte, mas por outro lado, incentivar a telepatia e todas as suas capacidades extra sensoriais. Ajuda-la a perceber as mensagens que recebe e incentiva-la. É muito importante dialogar constantemente com eles para os incentivar e estimular o seu lado mais social e comunicativo

Proporcionar-lhe um ambiente de paz e muita harmonia em que a música seja uma constante, bem como os animais e tudo o que tenha a ver com o elemento terra. Devem de ter uma alimentação equilibrada. Deve-se de estimular o estudo das energias e vibrações para que elas tenham desde pequeninas um entendimento mais amplo das suas capacidades, mas também para que saibam, desde muito cedo como se limparem e protegerem energeticamente.

No meu ver é imprescindível a iniciação de Reiki. Dá-lhes segurança, proteção e ferramentas muito importantes para o seu dia-a-dia.

Crianças Índigo

Crianças Cristal

Espírito Guerreiro
que rompe com os sistemas estabelecidos

Espírito Pacificador
Harmonizadores

Abrir caminhos. Denunciar.

 Não aceitam o que já não serve a gora.

 Aversão à mentira, falsidade e manipulação.

Continuar o caminho começado pela geração índigo.

Construir com energias mais subtis. Têm uma força interior extraordinária para conseguirem elevar o nível de frequência energético da sociedade.

Denunciar

 Provar os limites físicos

 Liberdade através do exemplo.

 Provar os limites psíquicos

Em geral são extrovertidos

Pioneiros, são originais, criativos, bastante autónomos.

Determinação, tenacidade.

Muita energia e não mostram medo em enfrentar as coisas e as pessoas.

Mais calmos, pacíficos e gentis.

Ainda mais espirituais

Ainda mais telepáticos

Ainda mais sensíveis

São crianças exigentes que não se cansam de pedir coisas.

Não tem medo do conflito, da rebeldia.

Diz o que precisa em poucas palavras mas com profundidade, e só quando lhe pedem

Irradia paz e tranquilidade. Harmoniza naturalmente a energia que o rodeia

É muito afetuoso com as pessoas e percebe as suas necessidades

Cala-se e retira-se se há conflitos, evita as confrontações

 Robustos fisicamente

Fortes mentalmente

Menos robusta física e mentalmente.

Vulnerável emocionalmente

Habilidades psíquicas ativadas desde o seu nascimento. Por vezes sofre com alergias, é mais delicado

ADD  (Défice de Atenção)

ADDH  (Défice de atenção com hiperatividade)

A doença de Aspergers uma forma ligeira de autismo comum na profissão de programadores, informáticos e engenheiros de sistemas

Autismo

Ser considerado uma criança desconectada, desligada

É precoce em começar a falar

Pode ser que comece a falar tardiamente em geral quando começam a entender que os adultos não entendem a linguagem telepática.

Alimentar os seus talentos de pioneiros e de líderes

Ferramentas de organização do trabalho

Aprender a diplomacia e a cortesia

Utilizar e nutrir as suas habilidades e os seus talentos de pacificadores.

Técnicas de limpeza energética e psíquica sensível.

Intercâmbio de energia com a natureza.

Procurar

Notícias Recentes