pendulo-sao.jpg
segunda, 24 novembro 2014 21:28

Hexagrama IChing - 30 - A Luminosidade Destaque

Escrito por 
Classifique este item
(1 Vote)

Tao 30

Hexagrama nº 30 do IChing - Aderir

Interpretação

Nada é absolutamente autonomo ou auto-suficiente. O Sol e a Lua dependem do céu; as plantas dependem da terra, o fogo depende do combustível. Para que nossas ações frutifiquem, necessitamos de adesões e parcerias. Precisamos tanto buscar quanto oferecer espaço e ajuda. 
O nome chinês do hexagrama também pode ser traduzido por Beleza Radiante, Esplendor, o que nos lembra que o ser, para continuar a brilhar no mundo, depende da renovação permanente da fonte que ilumina seu interior. Todas as formas de vida dependem de condições precisas. Desse modo, quando o homem reconhece suas limitações e se submete às forças harmoniosas do cosmo, ele alcança o êxito. Quando o homem cultiva em si próprio a docilidade e a doação generosa de seus dons, ele conquista uma clareza radiante que ilumina tudo o que se encontra à sua volta. Seu lugar no mundo e sua boa sorte, então, ficam assegurados.


O homem nobre perpetua o resplendor dos antigos mestres e ilumina os quatro cantos da terra.


A auto-suficiência espiritual, que dispensa companheiros e orientadores, pode gerar grandes equívocos. O homem receptivo às qualidades mais finas acolhe a mensagem luminosa dos ensinamentos que são transmitidos de geração a geração, desde tempos imemoriais.  Se acolhemos e digerimos pacientemente as lições dos antigos, naturalmente nosso ser passa a refletir a lucidez possível ao homem; tomamos consciência de todos os nossos recantos internos e ajudamos a iluminar o mundo à nossa volta.

 

Lido 1844 vezes Modificado em segunda, 25 maio 2015 13:40
Autentique-se para comentar este artigo

Procurar

Notícias Recentes